17.1.09

Talvez...

foto: Mathias Cramer
www.temporealfoto.com.br/blog/default.asp?vie..


Talvez eu tenha sido só o verossímil
Daquilo que consideras ser verdadeiro
Ou talvez pretendeste ouvir o indizível
De quem, sendo metade, quiseste por inteiro.

Talvez quem sabe eu tenha conseguido
Chegar a ser de fato tudo o que querias,
Mas por um sentimento um dia mal sentido,
Fugia de mim mesmo e tu nem percebias.

Talvez eu não consiga, definitivamente,
Ser mais do que amante e menos que amigo
E viva para sempre, entre esses, confinado.

Talvez eu os encarne, displicentemente,
Um dia mais distante, n’outro mais abrigo;
De amor, um dia sóbrio, n’outro...embriagado.


Frederico Salvo
****************************
Direitos efetivos sobre a obra.

5 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Façam tardes as manhãs
Façam artes os artistas
Faça parte da maçã
A condenação prevista
Façam chuvas os Xamãs
Façam danças as coristas
Façam votos que esta corda
Não sabote o equilibrista

Façam Beatles "For No One"
Faça o povo a justiça
Faça amor o tempo todo
Que amor não desperdiça
Faça votos pra alegria
Faça com que todo dia
Seja um dia de domingo

Façam tardes as manhãs
Façam artes os artistas
Faça parte da maçã
A condenação prevista

Façam Beatles "For No One"
Faça o povo a justiça
Faça amor o tempo todo
Que amor não desperdiça
Faça votos pra alegria
Faça com que todo dia
Seja um dia de domingo

(Osvaldo Montenegro)

Votos de um lindo final de semana
Um abraço

Mª Dolores Marques disse...

Olá Frederico,
Conheço o seu nome e a sua imagem, de outras paragens, ontros sítios por onde ondamos. Tansmite paz, confiança, um brilho que vem de longe...

Gostei do seu poema.

Obrigado pela visita. Para mim uma honra

Um beijo meu

Dolores

manzas disse...

Talvez um dia consigas tudo o que queres ser...
Uma coisa te posso dizer e sem talvez, caro amigo, é que escreves e tens uns poemas maravilhosos... Gostei.

O abraço...

Helen De Rose disse...

Meu querido Fred, somos tantos e somos um a cada momento, fluindo conforme nossos sentimentos e pensamentos. Linda reflexão! Aproveito para te entregar o Prêmio Dardos que me foi concedido e agora repasso tbm pra vc. Passe no meu blog e leia atentamente o poste do Prêmio. Bjos da sua fã!

Vivian disse...

...seguindo as pistas pelo cheiro
da poesia,
aqui cheguei.
e ao chegar me encantei...

e o que é que eu faço
com este encanto?

um bj, poeta!