30.1.09

Ímã

Esteio. Pilar que me sustenta.
Fonte do amor extremo. Vida.
Como não sentir de forma intensa
Essa paz que em ti vive escondida?

Santa luz de enorme claridade
Que do breu faz manhã clara e bela.
Estrela d’imensa intensidade
Que é ponto de fuga em minha tela.

A ti todas as coisas convergem,
Por ti gira o mundo espiralado,
Pois que és como o olho da tormenta.

Esse ímã que há em ti me orienta,
Trago o peito magnetizado
Pela fé, pelo amor, pela coragem.



Frederico Salvo
**********************************
Direitos efetivos sobre a obra.

5 comentários:

Liliana G. disse...

Es difícil expresar la sensación de placer que generan tus poemas. Cada verso ofrece una imagen especial donde la lírica tiene sus raíces.
Un gran beso, Frederico.

manzas disse...

Estar aqui presente
Sempre com palavras
Luzentes brilhantes…
É como flutuar
Em águas calmas
E no fundo ver diamantes

Um bom fim-de-semana
Inundado de paz…

O eterno abraço…

O mar me encanta completamente... disse...

Passando para te ler Fred.
Cada vez mais lindos teus poemas.
Aproveito para lhe desejar
um fim de semana cheio de paz.

Meu carinho, sempre.

neide disse...

Achei, parei, li e gostei.
Bela harmonia entre os poemas e as fotos.

Adorei.

Tenha um ótimo final de semana.

Carlos Veiga disse...

Olá, Frederico, adorei o poema :))
Um óptimo fim de semana!

Abraço