7.1.09

Mimetismo


http://forum.mmocentral.com.br/showthread.php?t=43747

Onde queres chegar com esse teu mimetismo,
Sumindo aos meus olhos feito camaleoa?
Sabes que há entre nós dois, magnetismo;
Uma sintonia que não se fez à toa.

Se te camuflares burlando a minha vista
Ao me perceberes, com faro de leoa,
E te esconderes sem deixar nenhuma pista;
Ainda assim não enganarás minha pessoa.

Pois há demais de nós dois nas nossas vidas,
Lembranças que não podem ser esquecidas;
Canto puro que a saudade nos entoa.

Eu te encontrarei assim despercebida,
Na contramão fugaz da despedida
E indagarei enfim: _ Querida, me perdoas?


Frederico Salvo
*********************************
Direitos efetivos sobre a obra.

Um comentário:

FERNANDA & POEMAS disse...

Querido Amigo, belo Soneto... Sisplesmente adorei... Beijinhos de boa noite,
Fernandinha