23.5.09

Ledos enganos


Os enganos são enganos
Por não os sabermos serem
Quando nos enganamos.

Cheios de falsas promessas seduzem.
Mostra-nos sua face pura.
Por nossas mãos de criança conduzem.
Lança-nos em noite escura.
Cheios de fria malícia confundem.
Arrastam-nos vida afora.
Usando de fina astúcia, iludem.
Vejam como estou agora.

Os enganos são enganos
Por não os sabermos serem
Quando nos enganamos.

De maneira simples fascinam.
Adoçam-nos o paladar.
De modo sorrateiro se aproximam.
Falam-nos de um mundo ímpar.
Àqueles que estão cansados, animam.
Fazem-nos mudar os planos.
E com o passar do tempo confirmam:
Apenas ledos enganos.

Os enganos são enganos
Por não os sabermos serem
Quando nos enganamos.


Frederico Salvo
****************************
Direitos efetivos sobre a obra.

6 comentários:

Liliana G. disse...

No hay nada más doloroso y triste que un engaño, porque el engaño es la peor traición...
Tu poema pinta al engaño con los colores que él tiene pero con la magia que es solamente tuya.
¡Felicitaciones!
Un beso muy grande, querido amigo.

REGGINA MOON disse...

Frederico,

Foi uma grata surpresa seu comentário e ter tido a oportunidade de conhecer seu Blog e belos Poemas!!
Simplesmente maravilhoso!
Gostaria de postar em meu Blog este, além de outros, se me permite...

Abraços carinhosos,

Reggina Moon

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Amigo Frederico,

Obrigado por sua visita e por deixar lá no Sofia aquele texto lindo... Obrigado mesmo!

Saiba que seu blog é maravilhoso e seus poemas são encantadores... Repletos de sentimentos e pensamentos.... Bom saber que poetas como vc estão por aqui, pelo planeta... a embeleza-lo!

Luz e paz!

Com carinho,
Whesley

Mara disse...

Obrigado, pelo comentário e quero reafirmar o que acho do seu trabalho, dizendo que você é uma pessoa muito sensível o que transforma seus poemas e desenhos numa obra de arte.
Beijo e uma ótima semana!
Mara

Betha M. Costa disse...

Frederico, Os enganos não o seriam se cressemos como verdade oaquilo qu apraenta ser.Como dizre em teu belo poema:
" Por não os sabermos serem
Quando nos enaganamos"
Apreciei imenso conhecer teu blog!
Bjins, Betha

Vivian disse...

...será que cresceríamos
sem a ajuda dos enganos,
que mesmo dolorosos possuem
a chave de nos abrir os olhos?

gosto muito de encontrá-lo
passeando lá em casa...

bjbj