18.3.09

Quem foi?

Quem foi que turvou a água
Que fluía cristalina?
Quem derramou o azeite
Que ungia minha sina?
Quem foi que quebrou o cântaro
Do meu vinho predileto?
Quem, por puro egoísmo,
Fez do humano, objeto?
Quem urinou na parede
E pixou o muro novo?
Quem foi que rasgou a rede?
Quem foi que quebrou o ovo?
Quem, em sã consciência,
Feriria uma criança
E com tara doentia
Alimentaria a lembrança?
Quem queimaria a colheita
Dos únicos frutos da aldeia?
Quem seria o traidor
Da última e sagrada ceia?
Diga quem foi o covarde
Que ao infante fez careta:
Foi a morte; foi o demo;
Foi o boi-da-cara-preta.


Frederico Salvo
******************************
Direitos efetivos sobre a obra.

6 comentários:

manzas disse...

Bem... tinha que ser alguém!rss
Poema muito bem elaborado... gostei amigo!

Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
Nas vastas planícies, terras por conquistar…
Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

Um resto de uma agradável semana!

Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Liliana G. disse...

¡Impactante! De una fuerza arrolladora, me arrastra hasta la palabra final, con el ímpetu de una tormenta.
Sólo de tu pluma, querido Fred, pueden brotar estos versos.

Mª Dolores Marques disse...

Um poema para pensar e imaginar-nos neste turbilhão de mensagens, tentando responder a algumas questões...

Eu fui tudo e serei ainda muito mais....

Bjs

Dolores

angel disse...

Fred, que doçura este teu poema!
Doce e forte ao mesmo tempo.
Mas diga-me: quem foi que fez tanta malvadeza?
Não acredito que tenha sido o boi da cara preta.
rs
Abraço
Angel

O mar me encanta completamente... disse...

Fred, como sempre um poema imperdível.
Amei.
Sabe qual é a melhor coisa da internet?
É que aqui, as pessoas podem conhecer sua alma,
antes de conhecer seu rosto.
Nós dividimos pensamentos, sonhos, planos.
Não nos julgamos,nem condenamos, apenas buscamos
e oferecemos mãos p ajudar.
Trocamos afeto e abraços não é?
É isso o que vim fazer.
Te abraçar e parabeniza-lo pelo dia do Blogueiro.
Sou feliz por ter te encontrado.
Beijos..

Sonia Schmorantz disse...

VERDADEIROS AMIGOS SÃO COMO ESTRELAS
NEM SEMPRE OS VÊ, MAS SABE QUE ESTÃO LÁ....
UM ABRAÇO E BOM FINAL DE SEMANA